Empréstimo sem comprovação de renda

O que você precisa saber

Pesquisar e comparar opções de crédito ajudam a encontrar taxas de juros menores.

A promessa de empréstimo sem comprovação de renda pode parecer tentadora para quem possui alguma restrição no nome. Mas nem sempre o fato de não precisar comprovar renda é uma alternativa interessante por causa dos juros.

Para escolher a melhor opção de crédito para o seu bolso, você precisa pesquisar e comparar as ofertas do mercado.


Juros maiores

Quando você pede empréstimo sem comprovação de renda, quer dizer que a empresa não saberá com certeza quanto você ganha. A falta de certeza traz o risco, e quanto maior o risco de inadimplência, maiores os juros cobrados. Ou seja, os empréstimos sem comprovação costumam ter juros maiores do que outras opções de crédito.

Empréstimo para negativados

Outro motivo para o pedido de crédito não ser aprovado é informações incorretas ou desatualizadas. Bancos e financeiras checam os dados que você informa.

É preciso preencher o cadastro corretamente para evitar que o crédito seja recusado.


Importância do histórico de pagamento

Mesmo que você esteja com dívidas agora, é importante manter um bom histórico de pagamento. Quanto mais contas pagas em dia você tiver, melhor você será avaliado. Se você é autônomo e, por isso, está procurando um empréstimo sem comprovação de renda, a solução pode ser:



Cuidado com golpes

Não aceite pagar depósitos ou taxas antecipadamente para ter o crédito liberado. Esse é um indicativo de que você pode estar diante de um golpe.

Fique atento para não ser vítima de um estelionatário.


Garantias

Ainda que você não comprove renda, para conseguir juros mais baixos, você poderá oferecer um bem - veículo ou imóvel - como garantia. Nestes casos, o bem deve estar quitado e no seu nome, para que ele possa ser alienado.

Ele servirá de garantia e, caso você não pague as parcelas do empréstimo, banco ou financeira poderá leiloar o bem.


Avalistas

Outra possibilidade no caso de empréstimo sem comprovação de renda é a indicação de avalistas - alguém que participará do contrato. Precisa ser uma pessoa próxima, como pai, mãe, filho ou cônjuge (casado ou com união estável). Essa pessoa terá que comprovar renda ou ter bens que serão usados como garantia.

A diferença entre ter um avalista e pedir empréstimo no lugar de alguém é que o dinheiro vai para a conta de quem pediu. Não do avalista.

Na prática, os empréstimos precisam direta ou indiretamente de uma comprovação de renda. Seja por meio de extratos bancários, bens para garantia ou avalistas. O importante é sempre comparar as opções do mercado para encontrar a melhor para o seu bolso.