Score de Crédito

O Score de Crédito, ferramenta utilizada em mais de 100 países, é o resultado de um cálculo estatístico que tem por finalidade ajudar os consumidores e as empresas a realizarem negócios a crédito, com menor custo, maior agilidade e segurança.

Esse serviço utiliza informações públicas e outras disponíveis na base de dados da Serasa Experian, coletadas de acordo com a lei.

O Score indica, de maneira estatística, a probabilidade de inadimplência de determinado grupo ou perfil no qual um consumidor se insere, sem afirmar que ele esteve, está ou ficará inadimplente.

Uma empresa considera vários fatores para decidir acerca da concessão do crédito, e o Score é apenas mais um dos vários elementos que podem ser utilizados. A empresa é que decide se vai ou não conceder o crédito.

O Score de Crédito usa informações objetivas de origem pública e/ou existentes na base de dados da Serasa Experian.

Consideram-se as seguintes informações no cálculo estatístico do escore Classificação de Risco de Crédito:

Informações negativas constantes do banco de dados da Serasa Experian, consistentes em execuções judiciais, protestos, cheques sem fundos, ações de busca e apreensão, participação em empresas falidas ou em recuperação judicial, além de anotações de inadimplência (bancos, cartões de crédito, financeiras, telecomunicações, varejo e serviços);

Cidade: informação cadastral que é considerada levando-se em conta o nível de inadimplência e o volume de atividade econômica de determinada região.

O Score é uma ferramenta utilizada em centenas de países e nasceu da necessidade de se fornecer crédito de uma maneira mais justa, uniforme e objetiva, de forma a evitar a antiga prática “de acordo com a cara do freguês”, muitas vezes prejudicial ao próprio consumidor.

O Score permite a democratização da avaliação de risco de crédito. É um instrumento que, antes acessível somente a grandes empresas, pode agora ser utilizado por pequenas e médias empresas, aumentando a segurança na concessão do crédito. O consumidor é diretamente beneficiado com a maior oferta de crédito a um custo mais baixo.

O Score atende a uma necessidade decorrente da massificação do crédito. Com o aumento da procura por crédito no Brasil e a exigência de pronto atendimento ao consumidor, o Score surgiu como mais uma ferramenta para auxiliar na análise rápida, imparcial e barata do risco.

O Score apresenta informações estatísticas importantes para a avaliação objetiva do risco de crédito, além de proteger o próprio consumidor e a sociedade contra o superendividamento. É um importante meio de incentivo ao crédito responsável, que ajuda a garantir e fortalecer as relações econômicas de crédito no país.

O escore de crédito não é um arquivo, um cadastro ou um registro. Ele é calculado com base em informações públicas e anotações negativas e cadastrais disponíveis na Serasa Experian sobre uma categoria em que um consumidor se insere no momento da consulta. Assim, o resultado pode mudar, por exemplo, se o consumidor atualizar os seus dados na Serasa Experian ou for negativado. Para melhorar seu escore, considere:

Atualizar seus dados cadastrais na Serasa Experian;

Quitar dívidas pontualmente;

Regularizar ou negociar as dívidas vencidas e não pagas.

Além disso, com a entrada em vigor da Lei do Cadastro Positivo, a Serasa Experian está em fase de formação de sua base de dados com informações que lhe são fornecidas pelo próprio consumidor. Neste caso, o interessado autoriza a Serasa Experian a abrir um cadastro que conterá dados positivos a seu respeito, como compromissos assumidos e dívidas adimplidas. Enfim, toda e qualquer informação que deixe seu histórico de crédito mais completo e sólido, o que pode gerar uma significativa melhora em seu escore.

A melhora do escore não está diretamente vinculada à obtenção do crédito, pois a decisão é sempre da empresa que vai concedê-lo. A Serasa Experian não interfere nessa decisão porque cada empresa tem as suas próprias maneiras e critérios de fazer negócios. É possível, por exemplo, que uma pessoa com um escore bastante baixo receba um crédito buscado, se assim for do interesse/entendimento do concedente.