Mobilidade urbana é um tema que preocupa as pessoas, especialmente nas grandes cidades. Com isso, usar aplicativo de carro passou a fazer parte da locomoção cotidiana e facilitar a vida de muita gente.

Mas será que estamos usando os aplicativos por praticidade, necessidade ou vaidade? O quanto esse conforto afeta o seu bolso?

Se você é daqueles que gasta metade do limite do seu cartão de crédito com pagamento de aplicativos para cá e para lá, confira as dicas para economizar!

Pesquise e compare preços

Hoje existe uma variedade de aplicativos de carro particular no Brasil. A concorrência está alta, portanto existem diferentes preços. E é bom pesquisar para garantir que você vai fazer o mesmo trajeto pelo melhor preço.

Existem alguns aplicativos que comparam os preços das corridas:

Vou D

Focado principalmente em transporte público, também traz a comparação de valores de carros particulares e táxis.

Vah

Compara valores de carros particulares, trajeto com transporte público e bicicletas compartilhadas também.

Google Maps

Para quem acha que o Google Maps é apenas um GPS, agora descobre que ele compara trajetos a pé, por transporte público e valores dos principais aplicativos de carro particular.

Utilize transporte público para ajudar no trajeto

Vamos lá! O conforto de andar de carro é indiscutível. Mas a depender do trajeto você pode fazer a maior parte de transporte público. Percorrer longas distância pode encarecer bastante uma corrida. Mas se você fizer boa parte de metrô ou ônibus, vai economizar uma grana e finalizar o trajeto com a corrida de carro.

Para o que você mais usa aplicativo de carro particular?

Olha-se no espelho e revele para si mesmo. Para o que você usa esse tipo de aplicativo?

Sua resposta é voltada para algo ligado a conforto e comodidade? Essa é a maioria das respostas. E se você parar para pensar foi exatamente para isso que esse tipo de ser serviço foi criado. No entanto, tudo na vida tem um lado bom e outro ruim. O uso excessivo desse serviço pode atrapalhar sua saúde financeira, portanto pense bem antes de solicitar um carro.

Segue que é sucesso!
Como sair da dívida se a renda é baixa?
Como cortar gastos para sobrar dinheiro?
Como conseguir renda extra com Mercado Livre

Responda para si mesmo:

Quanto eu necessito?

“Estou passando mal”, “Está chovendo muito”, “Já é tarde e o metrô fechou”. Todas essas respostas são válidas, no entanto, você não pode usá-las todos os dias sem causar um impacto no seu bolso.

“Ah mas são só 7 reais”

Multiplique R$ 7 por 30 dias, já são R$ 210 por mês que você vai gastar só de serviço de carro particular. Se você tem condições de arcar com essa despesa, tudo bem. Mas se isso pesa no final do mês, é melhor maneirar. Lembre-se de que o preço é dinâmico. Ou seja nem todos os dias o serviço estará neste valor.

Por falar em arcar com essa despesa, é interessante você definir um valor máximo por mês que você pode gastar com esse tipo de serviço. Avalie suas contas e decida um limite. É importante que você cumpra essa promessa contigo.

Será que não vale a pena ter um carro próprio?

Se a questão é andar de carro em vez de transporte público. Você pode pensar assim:
Se dirige e percorre longos trajetos de carro, não seria melhor ter seu próprio carro? É uma pergunta que você precisa fazer para si mesmo e seu orçamento. Dependo da distância, as tarifas para andar de carro particular são muito caras e fica quase o mesmo valor de ter seu próprio veículo.

E aí, curtiu a dica? Deixe nos comentários se você topa economizar mais nas suas corridas! 🙂

Faça a faxina nas suas contas!

NEGOCIE GRÁTIS SUAS DÍVIDAS

Consulte grátis seu CPF e seu SCORE Comece agora uma nova vida financeira.

Consultar agora