Quando você pega o cartão para pagar uma compra, sempre vem a pergunta se é no crédito ou débito, certo? Se você se questiona sobre qual das formas de pagamento é a melhor, saiba que não está sozinho.

Essa é uma dúvida recorrente para muitas pessoas. E para ajudar a fazer a melhor escolha, conversamos com o economista da Serasa Luiz Rabi. Confira as dicas dele para usar o cartão e manter as contas no azul.

Crédito ou débito?

De acordo com Rabi, a resposta para esta pergunta vai depender do valor da conta.

Abaixo de R$ 50 prefira o débito. Dessa forma, o dinheiro sai automaticamente da conta. E assim, você não corre o risco de ficar com a conta negativa.

Acima de R$ 50 a sugestão é usar o crédito, porque a despesa vai vir apenas com a fatura. E você evita de passar um valor, que vá deixar a conta com saldo baixo imediatamente.

Regras de ouro do cartão

Para Rabi, o cartão de crédito pode ser um aliado ou um problema, a depender de como você o utiliza. O economista dá três regras de ouro para você não se enrolar.

Pague o valor integral da fatura

Muita gente se acostumou a pagar apenas o valor mínimo. Isso é um problema. O economista da Serasa diz que essa opção só deve ser usada em caso de emergência. “Se neste mês você precisou pagar o mínimo, no próximo economize para pagar a fatura integral”, explica.

Mesmo com as novas regras do cartão de crédito, pagar apenas o mínimo é sinônimo de dívidas. E lembre-se de que isso pode afetar o seu score.

Tenha no máximo dois cartões

Essa dica serve para facilitar o controle das suas despesas. Com mais do que dois cartões, você pode se perder e atrasar o pagamento de alguma fatura. “O descontrole com cartões é uma porta para a inadimplência”, afirma Rabi.

Precisando de cartão de crédito? Faça uma simulação

Limite do cartão não faz parte da sua renda

Lembre-se sempre de que o valor que você passa no cartão vai ser cobrado no fechamento da fatura. Ou seja, você só pode gastar aquilo que vai ter condições de pagar, quando a conta chegar.

Como saber qual é o limite ideal?

Agora que você já sabe quando é melhor usar o crédito ou débito, que tal checar como está o seu score?

Consulte o score grátis

De quanto você precisa?

R$ 150 R$ 30.000

Em quantos meses quer pagar?

6 meses 48 meses

Parcela mensal aproximada

R$
Estamos considerando as taxas médias oferecidas pelos parceiros.

As melhores ofertas de crédito pessoal!

COMPARE GRÁTIS

Consulte grátis seu CPF e seu SCORE Comece agora uma nova vida financeira.

Consultar agora