Imagina se seus documentos e informações bancárias são expostos e ficam disponíveis para qualquer um ter acesso. É de assustar! Muitos bandidos têm se especializado na clonagem de dados e cair num golpe pode ser um problemão na sua vida.

Com a grande quantidade de informações que cadastramos na internet, ficou ainda mais fácil ter os dados clonados. Para se proteger e evitar esse perrengue, você precisa entender o que é clonagem e como ela afeta sua vida.

SEU NOME PODE ESTAR NO LUGAR MAIS PERIGOSO DA INTERNET

Descubra grátis se seu e-mail vazou na Dark Web.

O que é clonagem?

A primeira coisa que vem a cabeça é a clonagem de plantas e animais. Quem não se lembra da ovelhinha Dolly? Se dá para clonar bichinhos, é possível clonar RG, CPF, passaporte, celular e cartões.

Para animais e plantas, a clonagem usa o DNA (molécula presente em nossa célula, que define nossas características físicas). E assim é possível criar outro ser quase que idêntico ao original.

Já com documentos, também é feita uma cópia por meio da digitalização. Depois são feitas pequenas alterações com um programa de edição de imagem. Dessa forma, os fraudadores usam seus dados e incluem informações que são necessárias para que o golpe não seja comprovado.

Como a clonagem de dados impacta a sua vida?

Dói pensar, mas a clonagem de documentos tem se tornado ainda mais frequente nos últimos anos. Vira e mexe, temos reportagens nos jornais sobre o assunto. Cerca de 3,6 milhões de cartões são clonados em um ano.

Imagina acordar um dia e descobrir que tem várias dívidas no seu nome. Ou simplesmente ter R$ 10 mil a menos na sua conta. Desesperador, não é? Tudo isso é possível se um fraudador tiver acesso ao seu CPF e dados do banco. Com essas poucas informações é possível fazer um estrago grande na sua vida e, por isso, você precisa se proteger.

Onde você pode ser clonado?

Você pode ser clonado:

  • No caixa eletrônico do banco;
  • Na gráfica, ao tirar uma cópia do documento;
  • Até mesmo ao baixar um aplicativo no celular.
  • É difícil saber quando vamos passar por uma situação desta. O importante é ficar atento e não facilitar na segurança das suas informações.

Escolha o melhor plano para se proteger

Como se proteger?

Para entender a importância de tomar cuidado com seus dados é preciso saber as consequências de ter seu CPF e outras informações circulando por aí. Então, acompanhe as dicas que preparamos para te ajudar a proteger os seus dados.

  1. Não deixe seus documentos dando sopa por aí. É preciso guardá-los em um lugar seguro e, ao sair na rua, mantê-los o mais próximo de você. Ao fazer uma cópia na gráfica, não os perca de vista. A mesma coisa no aeroporto e em outras situações. Não pode dar espaço para que fotografem seu documento ou façam uma cópia.
  2. Nada de mandar documentos ou dados bancários por mensagem. Já pensou se o aplicativo de mensagens é clonado? Se você envia dados do cartão de crédito e número do seu CPF, o risco aumenta. Você dá suas informações de bandeja para o fraudador fazer uma série de compras em seu nome.
  3. Cuidado com as lojas virtuais em que você faz compras. É preciso ter certeza que o site é confiável antes de colocar suas informações do cartão de crédito e CPF.
  4. Monitore seus dados! Para se defender de um golpe, você precisa saber dele, certo? Então, é necessário ter a informação que seus dados podem ter sido clonados ou vazados na internet. O Serasa Antifraude pode ajudar você a monitorar 24h seu CPF e Score. Além disso, ele também monitora seu e-mail para saber se foi vazado na internet.

Quer saber mais sobre o Serasa Antifraude, acesse!
Agora você já sabe o que é clonagem e como se prevenir para não ter suas informações expostas. Compartilhe esse texto com os amigos! 🙂

Proteja o seu nome com Serasa Antifraude!

CONHEÇA OS PLANOS

Consulte grátis seu CPF e seu SCORE Comece agora uma nova vida financeira.

Consultar agora