Abrir busca Fechar busca Botão de Menu
como entender melhor

O que é Imposto de Renda e para que serve?

O mais famosos dentre todos os impostos - entenda mais sobre o IR

O Imposto de Renda (IR) é o tributo mais famoso do país. Com certeza você já ouviu falar sobre, ou já teve que lidar com ele. Mas você sabe o que é, para o que serve, por que o Governo quer saber das suas continhas? Se surgiu essa dúvida, esse texto vai te ajudar a entender.

Você sabe que se tornou adulto e passou a ganhar dinheiro, quando você precisa declarar sua renda. Esse é momento que você consegue avaliar toda a sua vida financeira, o que paga em serviços, o que você recebe, seus investimentos, tudo.

O que é Imposto de Renda?

Ele é um tributo federal – como diz o nome – sobre a renda. Ou seja, sobre o que você ganha. E ainda acompanha a sua evolução patrimonial. Para fazer esse acompanhamento, o Governo solicita aos trabalhadores e empresas que informem para a Receita Federal quais são seus ganhos anuais.

Ao longo do ano, você ganha e gasta dinheiro. De forma geral, a renda é tributada no momento do recebimento. No ano seguinte, o leãozinho da Receita avalia se o que ele cobrou de você é, realmente, o que você precisaria pagar conforme o tamanho dos seus ganhos.

Para o leão ter todas essas informações, você precisa fazer a “Declaração de Ajuste Anual” para IRPF (Imposto de Renda sobre Pessoas Físicas). A declaração é feita sempre do início de março até o fim de abril. E você precisa apresentar todos os seus ganhos e gastos em serviços, no último ano.

Como eu faço para declarar?

No começo de 2017, a Receita resolveu facilitar a vida das pessoas e desenvolveu um programa para você preencher os campos e áreas específicas com suas informações. Assim, gera um documento que é a sua declaração de todas as grandes ações financeiras do ano.

Acesse o site da Receita Federal e baixe o Programa.

O que eu preciso declarar o IR?

Basicamente são todas as suas despesas e ganhos. Você precisa declarar seu salário anual, o carro que você tem, a casa, a escola das crianças, se você faz faculdade, o plano de saúde que você paga, o dinheiro guardado na poupança. É quase tudo na vida mesmo.

Segue que é sucesso!
Mesmo isento, preciso declarar Imposto de Renda?
Como consultar o Título de Eleitor
Cartão Cidadão: como desbloquear e usar o seu

Quem precisa declarar?

Se você fizer parte de algum dos grupos abaixo, saiba que você é obrigado a declarar o Imposto de Renda. Caso não declare, terá que pagar multa.

Renda: Se você recebeu, por exemplo, um salário anual maior que R$ 28.559,70. Ou, o rendimento dos seus investimentos anuais foram superior a R$ 40.000,00.

Atividade rural: Teve uma renda bruta maior que R$ 142.798,50. Plantou soja e vendeu os gados? Vai ter que declarar.

Ou, se você quer compensar algum saldo devedor em impostos, essa é a hora também.

Ganho de capital e operações em bolsa de valores: Se, em qualquer mês do ano, ganhou capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas.

Bens e direitos: Teve a posse ou a propriedade, até o último dia do ano, de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00.

Condição de residente no Brasil: passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês e nessa condição se encontrava até o último dia do ano anterior.

Dependendo de todos esses fatores, você pode chegar a pagar ao longo do ano 27,5% de Imposto de Renda no holerite. É de chorar? Sim, então declara tudo direitinho.

Como funciona o pagamento do Imposto de Renda?

Com a prestação de contas feita pela declaração anual, você consegue saber se já pagou tudo que precisava pagar. Caso, você tenha pago valor a mais, a Receita devolve o dinheiro, é o que se chama restituição do Imposto de Renda. Caso ao contrário, você paga o valor restante.

Para pagamento do restante, a Receita disponibiliza um boleto bancário ou débito automático.

Por que é cobrado?

Na teoria, é de cunho social. A ideia é que a parcela da população com rendimentos maiores contribuem mais para o governo, a fim de gerar dinheiro para melhorias na qualidade de vida de toda população.

Para onde vai esse dinheiro?

De acordo com o Ministério da Fazenda, parte dos impostos arrecadados é destinada à saúde, educação e programas de transferência de renda, como “Fome Zero” e “Bolsa Família”.

Outra fração, é enviada para programas de geração de empregos e inclusão social, como plano de reforma agrária, construção de habitação popular, saneamento e reurbanização de área degradadas.

Existe também uma parcela direcionada para investimentos em infraestrutura, segurança pública, cultura, esporte, defesa do meio ambiente e estímulo ao desenvolvimento da ciência e tecnologia.

Portanto, em teoria, pagar seu imposto de renda gera dinheiro para melhorias no país.

Continuar lendo
Imagem do autor
Estudante de Jornalismo, apaixonada por comunicação. <3 ver artigos

Não encontrou o que procurava?
Deixe abaixo sua sugestão de pauta:

Ver comentários