Estamos na semana de comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Pensando nisso, preparamos uma série de conteúdos para ajudar nossas pagadoras de boleto com muita informação. Abaixo, você encontra 5 dicas valiosas para quem quer ser dona do próprio dinheiro! Além disso, organizamos uma cartilha especial para o Dia da Mulher, confira:

Você sabia que a mulher percorre um caminho muito maior para ser dona do próprio dinheiro?

  • Apenas em 1915 a Caixa Econômica Federal instituiu o regulamento que permitia que mulheres casadas tivessem seus próprios depósitos bancários, desde que não houvesse a objeção do marido.
  • Demorou até 1945 para que a Carta das Nações Unidas reconhecesse, em documento internacional, a igualdade de direitos entre homens e mulheres.
  • Em 1962 foi criado o Estatuto da Mulher casada, que garantiu, entre outras coisas, que a mulher não precisasse mais de autorização do marido para trabalhar, tirar o CPF, receber herança e em caso de separação ela poderia requerer a guarda dos filhos.

Todos esses dados traduzem a dificuldade que as mulheres sofreram e sofrem para alcançar sua independência financeira. Sabendo disso, fica fácil entender a importância de ser dona do próprio dinheiro. Cuidar das finanças é uma forma de se tornar mais independente. Ter o próprio dinheiro e saber cuidar dele é essencial para ser dona da sua história. Muitas mulheres tem que dar conta de uma jornada dupla ou até tripla. Sabemos que depender financeiramente de outra pessoa deixa a mulher fragilizada e limitada. Então, aí vão 5 dicas que toda mulher pode seguir pra ganhar aquela graninha boa e sair de qualquer aperto:

  1. SE ORGANIZE – DONA DO PRÓPRIO DINHEIRO
  2. Organize suas despesas e saiba o quanto você precisa ganhar para ficar longe do vermelho. Hoje em dia existem várias formas de se organizar financeiramente. É um exercício. Você vai precisar sentar e escrever todos seus gastos e despesas pra conseguir se organizar. Não existe fórmula pronta, você pode fazer isso do jeito que melhor se encaixar na sua rotina, pode ser uma planilha financeira, um aplicativo de gastos, um caderninho, enfim. O importante é conseguir visualizar o quanto você gasta e o que você ganha para ter um planejamento e ficar despreocupada com os boletos.
    Temos uma planilha prontinha aqui do Serasa Ensina, CLIQUE AQUIpara baixar.

  3. SE CONHEÇA – DONA DO PRÓPRIO DINHEIRO
  4. Outro exercício muito bom é criar uma listinha de coisas que você ama fazer e que sabe que manda bem. Coloque em um papel todas as suas habilidades e pense em formas de rentabilizar com elas. você pode trabalhar com algo que goste e te dê um bom retorno. Pensamos em algumas formas de ganhar uma graninha extra: você pode ser motorista de aplicativo, fazer revenda de produtos, produzir artesanatos, prestar serviços, fazer marmitas para fora etc. A lista é grande e deve incluir coisas que só dependem de você para acontecer. Numa dessas você pode descobrir que algo que você faz todos os dias pode ser uma fonte de renda!

  5. SE MOVIMENTE – DONA DO PRÓPRIO DINHEIRO
  6. Parta para a ação: pense em formas criativas de vender seu serviço ou produto. Preparar estratégias de vendas é essencial para o sucesso do seu plano. Já ouviu falar que a propaganda é a alma do negócio? Vale tudo. Usar o wi-fi da amiga, pedir ajuda para algum familiar, conversar com conhecidos para ter boas ideias.. O importante é estar perto de quem aposte no seu talento. Daí para frente é só chutar o balde do desemprego ou da baixa renda.

  7. INVISTA EM VOCÊ – DONA DO PRÓPRIO DINHEIRO
  8. É muito importante sempre se renovar e aprender, certo? Mas a gente sabe que isso fica um pouco mais difícil quando a grana tá curta. Mas é possível sim se capacitar para uma nova função ou profissão mesmo que a situação financeira não esteja boa. Existem vários cursos e workshops gratuitos na internet que te dão essa oportunidade. É só escolher o que você quer aprender e fazer aquela pesquisa. Se você tem acesso à internet, dá para encontrar de tudo por aqui.

  9. SE VALORIZE, MULHER – DONA DO PRÓPRIO DINHEIRO
  10. Seja qual for sua função ou o que você escolha fazer para ganhar uma graninha extra, é muito importante saber quanto vale o seu tempo. Coloque um preço no seu serviço ou produto que realmente vá te ajudar a chegar onde você quer.

    Mas lembre que isso só vai dar certo se você seguir aquela primeira dica: quando você se organiza e sabe o quanto gasta, você também sabe o quanto precisa ganhar para viver sem apertos.

    Por exemplo: se você é diarista, deve saber quantas faxinas precisa fazer para conseguir a grana para alcançar seu objetivo, seja uma viagem, uma reforma na casa ou qualquer outra coisa.

E falando em se valorizar, acredite em você, viu? Não deixe os comentários negativos interferirem no seu dia a dia, se liberte de quem te faz mal, saia da zona de conforto e se joga!

Entendemos que a independência financeira para a mulher representa mais do que apenas finanças – pode significar o fim de momentos de opressão e violência – por isso desenvolvemos CARTILHA ESPECIAL PARA O DIA DA MULHER. É a fusão de informações para o combate da violência doméstica e administração do orçamento pessoal. Afinal de contas, ser dona do próprio dinheiro é empoderamento.

Agora que você já sabe como ganhar e cuidar da própria grana, compartilhe esse conteúdo com as mulheres que você ama. Afinal de contas, cuidar das suas finanças é empoderamento!

Segue que é sucesso!
Como limpar o nome em 4 passos simples
10 passos para sair das dívidas
5 fatos do Feirão Limpa Nome da Serasa
Reserva de emergência: 3 passos para criar a sua

Compare grátis seu crédito

As melhores ofertas de crédito pessoal!

COMPARE GRÁTIS

Consulte grátis seu CPF e seu SCORE Comece agora uma nova vida financeira.

Consultar agora